dezembro 24, 2010

Natal na astrologia




Melchior, Gaspar e Baltazar eram chamados de Magos por serem sábios astrólogos que acompanham as estrelas no céu. O Santo Evangelho, segundo São Mateus, conta que havendo nascido Jesus em Belém de Judá nos tempos do rei Herodes, eis que vieram do Oriente os Magos dizendo: "Onde está o rei dos judeus que é nascido? Porque vimos no Oriente a sua estrela e viemos adorá-lo..."

Quando diziam seguir a Estrela de Belém, diversos astrólogos concluiram ser na verdade o planeta Júpiter que entrava em
retrogradação, sendo por isso a interpretado que a estrela parou sobre Jerusalém. E logo a estrela que tinham visto no Oriente lhes apareceu. Indo adiante deles, eis que parou sobre onde estava o menino.
 
Baltazar era mouro e vinha da Península Arábica ou Abissínia. Melchior vinha de Ur, terra dos Caldeus. Gaspar vinha das terras do mar Cáspio. O certo é que somente astrólogos acompanhavam o movimento das estrelas. Ao estudarem as configurações celestes concluiram que nasceria o novo Rei de Judá, que seria o monarca de um Reino e que não pertencia ao mundo material. Os Reis magos compreenderam a mensagem e foram guiados pela estrela.

Segundo essa tradição, uma estrela teria guiado os três Reis Magos até o presépio de Belém. Teorias existem acerca da Estrela de Belém. Johannes Kepler, astrônomo e astrólogo alemão, considerado um dos maiores gênios da humanidade, desenvolveu a teoria de que a estrela seria na realidade uma excepcional conjunção entre Marte, Júpiter e Saturno que, sobrepondo-se no céu, teriam apresentado o aspecto de uma única estrela gigante.  


E quando eles viram a
estrela sentiram um grande o júbilo. Ao encontrar o menino com sua mãe Maria, se prostraram e o adoraram. Abrindo seus cofres, lhe fizeram ofertas de ouro, incenso e mirra. Os magos sabiam da importância daquele acontecimento e o simbolismo dos presentes oferecidos ao novo Rei dos reis representam: o ouro - a realeza; o incenso - a divindade; a mirra - a imortalidade.  
O dia 06 de Janeiro é consagrado aos Reis Magos e também considerado o Dia Mundial do Astrólogo. Esta bela passagem, um dos pontos altos da história da humanidade, traz em seu bojo e seu significado uma importante mensagem: a de que, através dos sinais dos céus podemos chegar mais perto da Criança Crística, não só aquela que está nos templos e nas igrejas, mas sobretudo aquela que trazemos em nosso coração.

Se quisermos festejar o Natal de modo cristão, deverá existir em nós um pouco do Mago e do Rei. O Mago que veja os
sinais que muitos ignoram. Que ouça o que os outros não ouvem. E também um Rei, que se deixe guiar por uma grande estrela e ponha-se a caminho para oferecer dádivas. E que exista ainda em cada um de nós uma criança, que acredita no mundo cada vez melhor. E assim poderemos festejar o verdadeiro Natal.


A todos os amigos do blog desejo um Feliz Natal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita ao blog; desde já agradeço seus comentários. Ou mande-me um email: lu_ou_lucia@hotmail.com

Related Posts with Thumbnails

Follow by Email

Quero acompanhar este blog

Pesquisar este blog