agosto 19, 2010

LUA NOS SIGNOS



O signo em que está a Lua no mapa natal indica como você reage emocionalmente às situações, o que sensibiliza ou lhe atinge, suas descargas emocionais, e portanto, as simpatias e antipatias que você tem num primeiro momento. Também indica como você espera nutrir suas carências e como alimenta a carência dos outros. Mostra a sua energia impulsiva e como você é na intimidade.

Lua em Áries
É a Lua independente. Crianças com Lua ariana vão mostrar muito cedo aos pais que pretendem bater a cabeça sozinhos. Impulsiva e valente, essa Lua se sente confortável quando tem liberdade e encorajamento para mostrar sua individualidade. Quando se sente desanimada ou frustrada, ela vai buscar novos desafios e atividades para se sentir segura. É preciso cuidado para que a busca do prazer e da excitação momentânea não domine a vida da pessoa, pois isso pode levar à falta de realidade e substância. Mas essa Lua sabe como fazer para se divertir quando a caminhada está muito pesada, e mesmo que sua franqueza possa trazer alguns problemas, ela sempre vai poder contar com a sinceridade de suas emoções. A reação da Lua em Áries é falar o que pensa e o que sente, com muita sinceridade. De natureza impaciente e independente detesta que lhe digam o que fazer e não gosta de ouvir conselhos. Tem pavio curto e não raro toma para si as reações alheias, embora estes ataques súbitos de humor sejam passageiros e logo esquecidos. É dominadora e por isto mesmo, tem poder de liderança e adora desafios.

Em Áries a Lua está sob a regência de Marte sendo exaltada pelo Sol.

Lua em Touro
A Lua está exaltada em Touro, portanto o sentido de segurança emocional é bem forte e concreto. Essa Lua adora contato físico, carinhos e beijinhos e possui grande confiança em seu corpo. Os sentidos são aguçados e a boa comida, a boa bebida e a boa companhia são as maneiras de fazer sentir-se confortável e segura. O perigo está em se manter escravizado por esses prazeres que pode fazer a vida ficar bem estéril em nome de um conforto que acalma. É importante que a pessoa não se abandone a essa compulsão por segurança e por ter todas as formas de prazer externo que o dinheiro pode comprar, percebendo que o vazio da sensação de falta de valor não pode ser preenchido dessa maneira. Quando consegue ter consciência das reações lunares em Touro, é possível controlar a compulsão e aproveitar a possibilidade mais profunda de dar e receber calor e devoção que essa Lua possibilita. Quem tem a Lua no signo de Touro é estável e determinada. Calma, pensa e pondera antes de tomar qualquer atitude, e raramente volta atrás depois da decisão tomada. Tende a ser conservadora, dedicada, fiel, adora contato físico e gosta de ser estimulada por parceiros leais e empreendedores. Possessiva, precisa sentir-se segura tanto na área afetiva quanto na material.

Em Touro a Lua está sob a regência de Vênus e é onde se exalta.

Lua em Gêmeos
É a Lua falante, que precisa se comunicar e é receptiva a tudo que a estimule mentalmente. A comunicação e os padrões de pensamento tem um tom emocional, sendo comum a pessoa perceber que suas tentativas de decisão racional são falhas por que a resolução já havia sido tomada pela percepção emocional dominante na situação. Quanto maior for o conhecimento sobre o mundo e sobre as pessoas, maior será sua sensação de segurança e, apesar da mente ter uma tendência a devaneios e fantasias, tem grande criatividade na comunicação. É através da reflexão e da reformulação que a pessoa se adapta às mudanças, num processo onde se adota a visão daqueles que estão próximos e a reflete de volta. Essa capacidade receptiva e reflexiva possibilita à Lua se projetar imaginariamente nos outros e intuir o que eles sentem ou pensam e, com isso, a pessoa se sente ligada à vida através da descoberta, do conhecimento e do relacionamento empático. O perigo mais óbvio é a hiper racionalização, onde se perde aquilo que realmente se sente em meio a tantas teorias a respeito. Os pensamentos compulsivos podem tornar a vida da pessoa uma eterna busca de estímulo intelectual, pois nessa área ela se sente segura. Mas quando se é cuidadoso com a Lua geminiana, ela pode proporcionar uma verdadeira comunicação de almas. A Lua em Gêmeos acredita no diálogo e prefere o movimento e a novidade do que a estabilidade. Não gosta de envolvimentos emocionais muito profundos embora não aprecie a solidão. Valoriza os contatos sociais e as pessoas intelectuais e inteligentes, tende a racionalizar os sentimentos e raramente sabe o que realmente sente. Detesta ciúme ou possessividade e pode passar uma imagem de pessoa fria ou superficial.

Em gêmeos, a Lua está sob a regência de Mercúrio.

Lua em Câncer
Câncer é regido pela Lua, onde tem seu domícilio real. A vida familiar e doméstica dará segurança emocional pelo sentimento de fazer parte de uma estrutura afetiva. O mundo inconsciente lunar se combina com a sensibilidade canceriana para criar um ambiente afetivo capaz de aconchegar até os seres mais endurecidos. O lar de origem é o retiro e o santuário para onde se volta quando a vida pressiona demais, sendo comum pessoas com esse posicionamento reagirem à dor buscando as mesmas recompensas que tinham na infância. Há, porém, o perigo dos sentimentos que eram condenados pelos pais - ou que entram em desacordo com o estilo ideal familiar - acabem sendo negados ou reprimidos por causa do medo de instabilidade que causam. É importante a pessoa prestar atenção nas próprias reações quanto aos lugares e pessoas com quem convive, pois sua sensibilidade para a qualidade dos ambientes influenciam sobre maneira seu humor. É também necessário cuidado para não conseguir as coisas se fazendo de vítima e enchendo o ambiente de culpa. Quem tem a Lua em Câncer é uma pessoa intuitiva e sintonizada com os humores e o estado de espírito das pessoas à sua volta. Extremamente emotiva e sensível às opiniões alheias, ressente-se com facilidade e se retrai. Tem laços muito fortes com a família, especialmente com a mãe, e transforma cada lugar onde vá, em um lar. Precisa sentir-se emocionalmente protegida para sentir-se viva. Por ter uma sensibilidade acentuada, muitas vezes esconde seus verdadeiros sentimentos para não se magoar.

Em Câncer a Lua está em seu domicilio e é onde se exalta Júpiter.

Lua em Leão
A Lua leonina gosta de brincar e ser espontânea e precisa de muito amor e devoção para se sentir segura. Como o grande perigo para Leão é se apegar a uma platéia, e a Lua é nossa maneira de lidar com o público, aqui o risco é de se perder a majestade e se tornar um tirano. A Lua em Leão precisa de maneiras criativas para expressar seus sentimentos, aprendendo a se alimentar emocionalmente de maneira saudável em lugar de ficar esperando que os outros venham suprir essa necessidade. Assim é possível parar de querer dominar as pessoas e passar a experimentar a grande satisfação emocional de ter o coração aberto para a vida - com suas dores e alegrias - e viver intensamente o amor por si que se reflete no amor aos outros. A grande força que impulsiona qualquer coisa em Leão é o amor, e é grande a capacidade dessa Lua criar um ambiente amoroso e criativo. Por isso deve aprender a se nutrir criativamente e não dar esse poder aos outros. Emocionalmente vaidosa e orgulhosa a pessoa que tem a Lua no signo de Leão gosta de sentir-se admirada. Tem necessidade de amar e ser amada e valoriza o romance. Sabe preservar sua auto-estima e precisa admirar alguém antes de se envolver. Tem magnetismo e poder de liderança, que quando não é bem administrado pode se transformar em autoritarismo. Atraente e encantadora, mas também pretensiosa e arrogante, é dona de emoções fortes e as oferece com generosidade.

Em Leão a Lua está sob a regência do Sol.

Lua em Virgem
Virgem não é um signo que goste de emoções fortes e a Lua virginiana geralmente tem bastante trabalho para não ficar criticando tudo que sente. Essa, porém, é uma Lua que tem muito prazer em cuidar de si, da sua alimentação, de fazer os rituais diários de higiene e consegue ouvir o próprio corpo de maneira muito precisa, o que facilita muito a sua cura em momentos de doença. A Lua em Virgem se sente segura quando está sendo útil, mas a ansiedade pode fazer com que ela se ocupe compulsivamente para não entrar em contato com sentimentos fora do lugar ou com as imperfeições humanas, o que acaba fazendo com que, pela lei do equilíbrio, também não consiga acessar as emoções mais prazerosas. A capacidade analítica e organizacional dessa Lua precisa aprender a valorizar todas as suas experiências emocionais de maneira amorosa, pois só assim ela será capaz de realmente se nutrir de maneira idônea e eficaz como deseja. Prática e exigente, a pessoa de Lua em Virgem é reservada e não gosta de invadir a vida dos outros. É extremamente crítica quanto aos seus relacionamentos mas também é muito prestativa, que é a sua maneira de demonstrar afeto. Organiza suas emoções por prioridades e precisa obedecer uma rotina para sentir-se emocionalmente segura. Acredita fielmente na máxima de que corpo são está numa mente sadia e tem uma memória privilegiada.

Em Virgem, a Lua está sob a regência e exaltação de Mercúrio.

Lua em Libra
A Lua libriana busca segurança e o bem estar através da beleza e da harmonia. Essa é uma Lua que tende naturalmente à cooperar com os outros, a agradar e estabelecer relacionamentos diretos que sejam mutuamente gratificantes. Como toda Lua de ar, essa também tem um processo de desenvolvimento mental marcante, o que pode fazer com que se crie uma ênfase demasiada na aparência ou na harmonia superficial, sendo incapaz de admitir a discordância ou qualquer coisa que possa gerar confronto ou isolamento. Essa Lua pode até comprar brigas de outros, mas em seus relacionamentos se coloca em posição de dependência tentando conquistar os favores do parceiro ou da parceira. O conforto emocional que essa Lua necessita se dá através dos relacionamentos seguros com os outros, mas ela precisa aprender a ter um relacionamento seguro consigo mesma e para isso precisa experimentar alguns momentos de desarmonia em nome de um contato mais autêntico e profundo. Assim, essa Lua poderá realmente honrar suas necessidades de beleza e harmonia criando ambientes e relacionamentos que acalmem e elevem de maneira genuína, mesmo que desacordos ocorram de vez em quando. Quem nasce com a Lua no signo de Libra detesta a vulgaridade e valoriza as impressões estéticas. É agradável e charmosa com todo mundo, o que se torna um motivo de ser muito requisitada socialmente, mas também é influenciável porque precisa sentir a aprovação dos outros. Imparcial, consegue deixar a emoção de lado e ser objetiva quando se trata de julgar alguém ou alguma situação. Não deixa que o lado emocional tome conta da razão, buscando sempre o equilíbrio. A parceria, seja amorosa ou profissional pesa, e muito, na balança.

Em Libra a Lua está sob a regência de Vênus, sendo exaltada por Saturno.

Lua em Escorpião
A Lua está em queda em Escorpião, e essa Lua busca conforto, mesmo que isso signifique se apoiar em ilusões, e Escorpião quer intensidade e precisa da verdade para se movimentar. Isso faz com que a Lua escorpiniana busque privacidade e controle para se sentir segura. A capacidade escorpiniana de sondar abaixo da aparência superficial faz com essa Lua consiga construir um alicerce sólido e profundo para si mesmo, e assim ela pode utilizar os recursos próprios e dos outros em seus relacionamentos íntimos de maneira eficaz. Essa Lua com todo esse poder emocional pode cair fácil na tentação de manipular os outros para suprir aquilo que precisa. A criança de Lua em Escorpião geralmente entra em contato cedo demais com as forças da morte e da sexualidade, criando um medo profundo de ser subjugada e fazendo com que se desenvolva uma desconfiança que ensina a esconder os verdadeiros sentimentos. Com isso, a habilidade natural de se receber nutrição e de se auto nutrir se tornam mais difíceis, e é necessário um trabalho consciente para que se aprenda a expressar as facetas mais suaves e vulneráveis de modo a se experimentar a verdadeira comunhão que procura. Isso começa através do contato e do cuidado consigo mesma, pois enquanto a Lua escorpiniana não conseguir confiar em si mesma para cuidar de seus sentimentos mais profundos, ela sempre vai encontrar parceiros duvidosos que confirmem sua desconfiança. Quem nasce com a Lua em Escorpião tem emoções profundas, onde alimenta do menor ao maior de seus desejos. Tem um senso de lealdade acima da média, mas quando não é correspondida ou valorizada pode ser rancorosa e vingativa, usando a indiferença como arma. Reage intensamente ao que lhe proporciona prazer, valoriza o sexo e pode ter reações passionais quando sente ameaça. É dominadora e acredita que não há entrega emocional se ela não for total e absoluta.

Em Escorpião a Lua está sob a regência de Plutão e Marte.

Lua em Sagitário
Essa é uma Lua com coração generoso, que procura elevar-se acima das dificuldades, através do bom humor e sendo boa companhia. Em Sagitário, a Lua, porém, não se adapta com facilidade à rotina e quando está insegura acaba se focando demasiado no futuro, adiando ou evitando ações imediatas e buscando atividades escapistas. Com isso ela só consegue aumentar o seu vazio interior, passando de uma atividade para outra, de uma pessoa para outra, numa busca infindável para se furtar da responsabilidade de sua própria vida. Em Sagitário, a Lua precisa aprender a direcionar seu prazer por explorar o mundo interno e externo para entender e aceitar seus verdadeiros sentimentos e se conceder as verdadeiras necessidades. Só assim ela será capaz de desenvolver a liberdade interior que tanto almeja, o que implica responsabilidade em suas relações e contato com o Deus interior que tanto a inspira. A pessoa que tem a Lua no signo de Sagitário acredita que tudo é possível, basta olhar pelo ângulo certo. Foge de emoções que considera negativas e sente-se asfixiada se não tiver liberdade de ação e muito otimismo. Cultiva o bom humor e destesta situações confusas, embora possa ser um pouco brusca quando expressa o que sente, mas não guarda ressentimentos. É idealista mas pode carecer de realismo e tende a misturar valores sociais com emocionais.

Em Sagitário a Lua está sob a regência de Júpiter.

Lua em Capricórnio
Essa é uma criança muito responsável desde muito cedo e as histórias de infância que costuma contar são realmente bem difíceis. Capricórnio é o exílio da Lua, pois é um lugar onde ela precisa trabalhar conscientemente para poder se nutrir emocionalmente, já que isso lhe foi negado por aquilo que aparece como destino externo. A segurança aqui é dada pela sensação de auto-suficiência e, muitas vezes, isso vai levar à falta de contato com as necessidades mais profundas de contato, afetividade e aceitação. Essa Lua precisa das estruturas sociais e tem grande prazer em ser reconhecida por sua capacidade de compromisso e de realizar seus objetivos. Por isso ela vai se sentir bem no trabalho, com muitas responsabilidades em suas mãos. Como tudo em Capricórnio, essa Lua tem que aprender a se afastar dos padrões de negação em que foi criada e desenvolver sua própria estrutura, fruto de sua experiência de vida. Para isso é preciso entrar em contato com os sentimentos de vulnerabilidade que tanto teme e descobrir que a verdadeira força e auto-suficiência que busca a acolhe e não renegar a grande sensibilidade da sua criança. Quem tem a Lua em Capricórnio é uma pessoa de natureza cautelosa e austera. Reservada, teme dar vazão aos próprios sentimentos e não gosta de demonstrar o que sente para não sentir-se vulnerável. Gosta de ser respeitada, inclusive em sua formalidade, que é a maneira que encontra de não se deixar invadir. Ambiciosa, fortalece sua segurança emocional através do trabalho e da estabilidade material.

Em Capricórnio a Lua está sob a regência de Saturno e exaltada por Marte.

Lua em Aquário
Aquário dá à Lua a capacidade de sentir-se parte da família humana e cria um grande prazer de interagir com uma variada gama de pessoas. A sensação de conforto e integração é dada através dos amigos e dos grupos de interesse, que também são muito variados. Existe uma esperança na humanidade que alimenta essa Lua profundamente, e faz com que ela busque se envolver em atividades que visem contribuir para o bem geral. A Lua aquariana adora se sentir singular e original e cultiva cuidadosamente suas habilidades mentais e sociais. A sensação de insegurança porém, pode fazer com que ela se torne fria e distante quando se trata de relacionamentos íntimos, pois assim ela pode se manter segura em um amor geral por uma humanidade abstrata. Aprender a ser amiga de suas emoções e sensibilidade faz parte do seu aprendizado, pois só aceitando a variedade de sentimentos que possui da mesma maneira que aceita a variedade de opiniões que a cerca, é que ela será capaz de se nutrir da verdade para si e para os outros, e não ficar criando interações sociais por não estar satisfeita consigo mesma. Viva e deixe viver é o lema de quem tem a Lua no signo de Aquário. Embora adore estar rodeada de amigos, busca a liberdade de expressão emocional e detesta sentir-se cerceada desta condição. Não encoraja e não gosta de descontroles emocionais de qualquer tipo e não suporta que dependam dela, pois isso faz sentir-se sufocada. Precisa de espaço, não dá atenção a chantagens ou dramas, e é imprevisível tanto em suas reações como em seus relacionamentos.

Em aquário a Lua está sob a regência de Urano e Saturno.

Lua em Peixes
Essa Lua precisa de seus preciosos momentos de devaneio onde possa vagar pelo mundo dos sonhos e da fantasia. A Lua pisciana estabelece vínculos de maneira empática e está sempre aberta às fontes de inspiração internas e externas. Ela irá se beneficiar particularmente com a música, a dança e as artes em geral, que propiciam um canal para suas vastas emoções. Um canal emocional tão amplo pode conduzir muitas vezes a estados negativos e destrutivos, principalmente quando as fantasias e idealizações se tornam maneiras de escapar da insegurança e dos problemas concretos. Muitas vezes essa Lua irá se concentrar nos problemas e necessidades dos outros, cuidando do bem estar daqueles que a cerca, na ilusão de que isso substitui a vivencia dos próprios sentimentos e necessidades, e, quando isso não ocorre, a pessoa se sente vitimizada. Existe um descontentamento espiritual que essa Lua experimenta intimamente e que torna difícil a sua adaptação às necessidades terrestres cotidianas. É preciso aceitar que nem todas as visões interiores são passíveis de realização imediata mas que alguns sonhos são possíveis de se concretizar quando transformamos inspiração em ação. Essa Lua é capaz de fazer uma ponte entre seu imenso universo inconsciente e sua vida cotidiana, não para cuidar dos outros e se sentir amada, mas para que esse mundo interno ganhe forma e assim beneficie a todos. Quem nasce com a Lua em Peixes tem uma natureza hipersensível. Como uma esponja, absorve a energia do ambiente e das pessoas, desenvolvendo um alto senso de compreensão e compaixão. Seu romantismo a torna vulnerável a mágoas e decepções e sua imaginação faz reagir a coisas que não estão, de fato, acontecendo. Introvertida, gentil, sonhadora e bondosa, precisa de relações afetuosas e de sentir-se amparada para obter segurança emocional.

Em Peixes a Lua está sob a regência de Netuno e Júpiter, sendo exaltada por Vênus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita ao blog; desde já agradeço seus comentários. Ou mande-me um email: lu_ou_lucia@hotmail.com

Related Posts with Thumbnails

Follow by Email

Quero acompanhar este blog

Pesquisar este blog

Carregando...