novembro 26, 2010

Vocação para astrologia - 3a. parte


Para ser grande, sê inteiro: nada teu exagera ou exclui.

Sê todo em cada coisa. Põe quanto és, no mínimo que fazes.
Assim em cada lago, a lua toda brilha, porque alta vive. (Fernando Pessoa).


O profeta Daniel, obra de Aleijadinho

Dentro do mapa natal existe alguns indícios que revelam a vocação. São três pontos essenciais: as casas 5 e 12 e o planeta marte, e isso pode ser explicado.

A casa 5 mostra nossos talentos, as artes e a alegria de viver. Ela é a 12a. da casa 6, que é a causa das doenças, os problemas do dia-a-dia, fazendo parte do chamado eixo das penas. A casa 5 antecede a casa 6 porque ela te chama para a vida, para a alegria e para a satisfação de vida. Muitos pintores e artistas que tiveram problemas nas mãos, como Aleijadinho, para continuar a fazer seu trabalho dependia de instumentos amarrados às suas mãos. Também muitas pessoas com deficiências físicas, conseguem medalhas praticando esportes, porque realizar a sua vocação é algo que funciona como uma cura, ao se descobrir algo maior.

A casa 5 também representa os filhos, os romances, e ainda os professores, e eles sempre nos ensinam. Podemos aprender muito através dos nossos filhos e dos nossos relacionamentos afetivos; eles podem atuar como verdadeiros professores de vida e através deles podemos descobrir potencialidades jamais imaginadas. A casa 5 é a 6ª. da casa 12, ou seja, ela também é a cura das nossas encucações.

A casa 5 também é a 3ª. da casa 3, ou seja, nossa mente se expressa na arte, através dos nossos dons e talentos. A casa 5 também é a 9ª. da casa 9, e casa 9 mais almeja é desenvolver seus talentos com sabedoria. Ao mesmo tempo ela é a 6a. da casa 12 e a 12ª. da casa 6, e mostra que internamente somos direcionados para fazer aquilo que gostamos. Por isso ela atua sobre a saúde.


A casa 12 faz parte do "eixo de penas", ela é o que acontece dentro de cada ser humano; é o esconderijo, o seu mistério, o que você não conhece sobre si mesmo. Também é a casa da salvação e da doação. É a casa que ultrapassou a casa 10 e 11, o mundo social, o sucesso, o que dá certo que traz sucesso e o que dá errado que traz o fracasso. A casa 12 é só você, é para onde você vai quando quer um tempo só para si.

A casa 12 é a 3ª. da casa 10 e também a 10ª. da casa 3, portanto ela é companheira do seu sucesso interior. Ou seja, a casa 12 expressa a sua própria realização interior. A casa 12 também é a 8ª. da casa 5 e a 5ª. da casa 8, por isso ela vence a morte, porque ela é a riqueza da vida. Quando uma pessoa descobre a vocação, morre aquele ser que abandona inteiramente o que era para renascer dentro de novas possibilidades. As pessoas vocacionadas trocam dinheiro, status e glórias por algo que lhes dará vida e um sentido de viver.


A casa 12 é a 7ª. da casa 6, onde você faz o julgamento do seu trabalho, não pelos outros mas por você mesmo. Ela é a
análise do que se faz do dia-a-dia, porque passamos parte de nossas vidas dedicados à casa 6, trabalhando, nos esforçando, organizando e realizando tarefas, cuidando da saúde e realizando algo.

A casa 12 é a 4ª. da casa 9, que está ligada aos nossos ideais e a origem deles, e tem uma linguagem simbólica. A
linguagem da casa 9 é traduzida por netuno e pela casa 12, e é pelo posicionamento de Netuno e Júpiter no mapa natal que se descobre verdadeiramente quem é.

... Continua na 4a. parte...
Indicadores da vocação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita ao blog; desde já agradeço seus comentários. Ou mande-me um email: lu_ou_lucia@hotmail.com

Related Posts with Thumbnails

Follow by Email

Quero acompanhar este blog

Pesquisar este blog