julho 01, 2010

* CASAS ASTROLÓGICAS



Ao calcularmos o mapa astrológico determinamos o ascendente conforme o horário de nascimento de uma pessoa, de realização de um evento, de criação de uma empresa, do surgimento de uma cidade ou país.

O mapa astrológico é dividido em 12 casas astrológicas, cada uma se referindo a determinados assuntos. O signo que estiver nessa casa determina o nosso modo de lidar com esses assuntos e as casas que contém planetas recebem influência dos significados nos assuntos daquela casa.

As casas que não contém planetas mostram através do regente do signo onde estará tratando desses assuntos.
Qualquer trânsito ou progressão sobre uma casa, ativa os assuntos regidos pela casa como também o significado da casa derivada nos quais se pode participar ativamente, ou indiretamente, onde os assuntos são trazidos até nós.

As casas derivadas permitem aprofundar na análise das casas no mapa e as pessoas vinculadas a essas casas. Assim, ao se pesquisar um assunto, pode-se saber os demais temas relacionados a esse assunto. Derivadas das casas radicais, as casas derivadas dependem dela, e assim esclarecem dúvidas e situações em relação a terceiros.


Os signos são regidos pelos planetas, ou seja, aquele que dá ordens naquela casa. Todo planeta e assuntos da casa ficam dependentes do regente do signo, do planeta que se exalta no signo, do regente da triplicidade, dos termos e da face. (Vide tabela das dignidades).

Os planêtas, segundo a astrologia clássica, regem 2 signos, exceto o sol e a Lua.
Os signos são assim regidos:
  • Áries/Marte
  • Touro/Vênus
  • Gêmeos/Mercúrio
  • Câncer/Lua
  • Leão/Sol
  • Virgem/Mercúrio
  • Libra/Vênus
  • Escorpião/Marte
  • Sagitário/Júpiter
  • Capricórnio/Saturno
  • Aquário/Saturno
  • Peixes/Júpiter
Os planetas Urano/Netuno/Plutão são comuns às gerações e, portanto, não são considerados. Os significados detalhados das casas encontram-se nos próximos textos.



DIVISÃO DAS CASAS POR MODALIDADES
As 12 casas são divididas em angulares, sucedentes e cadentes. Essa divisão também pode ser utilizada quando se analisa as casas derivadas e permite esclarecer as dúvidas e situações em relação a terceiros.

  • AS CASAS ANGULARES 1, 4, 7, 10 têm característica dos signos Cardinais, que impele à ação. São as mais importantes do mapa astrológico e dão destaque aos signos e planetas nessas casas. Indicam a cruz que nos prende à vida material, onde imprimimos nossa energia vital para sobreviver, crescer e prosperar, já que representam o ascendente (1); o Fundo do Céu (4); o Descendente (7) e o Meio do Céu (10).
  • AS CASAS SUCEDENTES 2, 5, 8, 11 têm característica dos signos Fixos, que estabilizam e enraizam as mudanças provocadas pelo movimento e ação das casas angulares. São por isso consideradas benéficas para essas qualidades.
  • AS CASAS CADENTES 3, 6, 9, 12 têm característica dos signos Mutáveis que diminuem a força de ação iniciada nas casas cardinais e consolidadas nas casas sucedentes. Por isso são consideradas maléficas. Por exemplo: a saúde física (casa 1) adquirida com os cuidados na primeira infância (casa 4), materializada nas conquistas (casa 5) e desgastam o organismo (casa 6).

DIVISÃO DAS CASAS POR ELEMENTOS
As casas também podem ser consideradas pelos seus elementos. Cada signo faz parte de um grupo por elemento. Como cada signo tem uma posição natural por Casa, eles se também se agrupam de acordo com o elemento que rege as casas.

ELEMENTO FOGO:
São as casas da vida ou casas pessoais. As pessoas que têm muitos planetas nessas casas são inspiradas e dinâmicas. Têm muita energia e entusiasmo, sabem motivar e têm convicções religiosas. São as casas da intuição.
  • 1a. Casa: o corpo - Eu sou.
  • 5a. Casa: a alma - Eu crio.
  • 9a. Casa: o espírito e a mente - Eu inspiro.
ELEMENTO TERRA: São as casas dos bens materiais ou casas das posses. As pessoas que têm muitos planetas nessas casas são estáveis e em geral são o sustentáculo de sua comunidade ou de sua família. Sua perspectiva e aptidões vocacionais são concretas e práticas. Essas casas materializam o que se constrói com as ações das casas de fogo, ou seja, o que somos e o que queremos criar.
  • 2a. Casa: posses, finanças - Eu tenho.
  • 6a. Casa: ocupação - Eu trabalho e me aprimoro nas técnicas de trabalho
  • 10a. Casa: reconhecimento e ambiente, carreira - Sou reconhecido, patrão e autoridade de mim mesmo.
ELEMENTO AR: São as casas de relacionamentos ou casas dos parentes. As pessoas com muitos planetas nessas casas são as que precisam de gente por perto. Todas as colocações por casa descrevem o indivíduo em relação aos outros. É a capacidade de trocar informações com o meio ambiente para realizar o que desejamos e aplicar aquilo que aprendemos.
  • 3a. Casa: parentes e vizinhos, aqueles que não selecionamos, irmãos - Eu aprendo
  • 7a. Casa: relacionamentos íntimos, parceiros, aqueles que escolhemos para relacionamentos diretos, cônjuge - Eu troco o que sei com os outros.
  • 11a. Casa: relacionamentos sociais e mentais, aqueles que selecionamos devido a interesses comuns ou por simpatia - Eu ensino a muitas pessoas o que aprendí.
ELEMENTO ÁGUA: São as casas de conclusões ou casas terminais. As pessoas que têm muitos planetas nessas casas são mais sensíveis e sentimentais; podem ser psicanalistas ou figuras religiosas. Essas casas descrevem a alma mais íntima e a forma como provavelmente deixaremos a Terra. São as casas da emoção.
  • 4a. Casa: o fim do corpo físico - Eu sinto o sonho de um passado que me movimenta.
  • 8a. Casa: liberação da alma e morte - Eu transformo em emoção o que compartilho por meio das crises.
  • 12a. Casa: morte filosófica; os resultados do curso de vida que escolhemos seguir - Eu dôo a minha existência em prol de algo maior e mais importante do que eu mesmo, e por isso, assumo o risco de ficar só.

CASAS ATIVAS E PASSIVAS
As casas também são divididas em

  • Ativas, que são as as casas ímpares: 1, 3, 5, 7, 9, 11 que nos impelem para a ação, a sentir e participar de algo.
  • Passivas, que são as casas pares: 2, 4, 6, 8, 10, 12 são receptivas, participam das ações alheias.

CASAS DIURNAS E NOTURNAS

  • As casas de 1 a 6 são consideradas noturnas, pois indicam o período que o Sol não está visível. Como o Sol representa e individualidade, dizemos que essas casas representam a construção de base na qual mais tarde propiciará brilhar no mundo social. São as casas de uso pessoal e privado e geram contatos mais próximos e estreitos, baseadas nas emoções e sentimentos.
  • Nas casas diurnas, de 7 a 12 ressalta o mundo do trabalho, da carreira e do status no mundo e são as casas de uso social e profissional e geram contatos mais distantes e baseados nos interesses sociais e profissionais.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita ao blog; desde já agradeço seus comentários. Ou mande-me um email: lu_ou_lucia@hotmail.com

Related Posts with Thumbnails

Follow by Email

Quero acompanhar este blog

Pesquisar este blog