maio 12, 2010

Trânsito dos planetas



Os trânsitos planetários revelam a sincronia que existe entre os ciclos dos planetas e os ciclos da vida, a partir da interpretação do significado das funções planetárias com os pontos e planetas que compõem o mapa natal. Saber a posição exata de um planeta no zodíaco para qualquer dia do passado permite conhecer as energias que estiveram em acontecimentos passados, assim como permite antever as energias que estarão presentes no futuro. Desta forma é possível adequar-se a elas e agir em função de seus próprios interesses.

Conhecer com antecedência as forças planetárias que estarão presentes, permite se organizar e planejar. Os trânsitos criam situações energéticas que podem ser administradas de muitas formas. Às vezes, trânsitos pesados e tensos podem se concretizar em experiências positivas e de crescimento, assim como trânsitos harmônicos podem estar acompanhados de tragédias ou de fatos insignificantes para a pessoa.

Aspectos tensos entre os planetas natais e planetas em trânsito pode servir de alerta para tomar precauções, decisões e atitudes a favor dos interesses pessoais e a administração adequada das situações energéticas presentes.

Planeta quer dizer «errante» e no seu conjunto formam o Sistema Solar e podem ser divididos em:
  • Interiores (entre a Terra e o Sol): Mercúrio e Vênus.
  • Exteriores (para além da Terra): Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão.
O estudo das suas posições planetárias no momento do nascimento e ao longo da vida, constitui a base da pesquisa astrológica. Considerando as suas velocidades orbitais, os planetas mostram os seguintes tempos de ciclo:
  • Lua 28 dias
  • Mercúrio 88 dias
  • Vênus 224 dias
  • Sol 365 dias
  • Marte 22 meses
  • Júpiter 12 anos
  • Saturno de 28 a 30 anos
  • Urano cerca de 84 anos
  • Netuno cerca de 185 anos
  • Plutão cerca de 248 anos
Karl Kuhr, diz que em cada um de nós há uma série de forças em ação que correspondem a forças cósmicas. São essas forças que se harmonizam com as forças dentro de uma pessoa e traz os acontecimentos.

Por exemplo, Marte não nos torna agressivos; é a nossa força correspondente que nos leva, por vezes, a gerar conflitos com os outros e a sofrer acidentes. Então, podemos concluir que as pessoas não sofrem acidentes e doenças; elas agem de uma determinada forma que as leva ao acidente ou à doença. Se uma pessoa sai de casa nervosa e imprudente, com certeza poderá provocar um acidente, causando ferimentos em si e em outras pessoas.

Outro exemplo, se a pessoa sai distraída, com a cabeça nas nuvens, com certeza será envolvida ou se envolverá em um acidente. Esses são apenas alguns exemplos, existem inúmeros outros. No caso de uma doença, por exemplo, se a pessoa deseja intimamente que outros cuidem de sua vida e resolvam seus problemas, com certeza terá uma doença que a impossibilitará de se locomover.

Os planetas representam determinados fatores psíquicos, por exemplo, Mercúrio para a razão, Vênus para a valorização, Marte para a ação, etc que são os formadores dos padrões que tentamos manifestar no exterior «pensando», «valorizando» e «agindo», através de diversas formas diferentes. Contudo, porque cada pessoa funciona dentro de uma determinada conjuntura social, política, educacional, religiosa, etc não é possível saber através do mapa natal, em que nível esses padrões podem se manifestar.

Um mapa natal «forte» tanto pode ser de um ditador como de um chefe de seção que tenta tiranizar seus subordinados ou pessoas. Embora as energias dos planetas não induzam traços fixos, preservam as qualidades em todas as circunstâncias, sendo que a forma como expressam as vibrações é determinada pelo signo onde se encontram. Astrologicamente, os planetas dividem-se em:
  • Pessoais ou do consciente: Sol, Lua, Mercúrio, Vênus e Marte
  • Sociais: Júpiter e Saturno;
  • Impessoais ou transaturninos: Urano, Netuno e Plutão.
Para calcular o elemento dominante em um mapa astral atribui-se uma pontuação aos planetas, conforme sua posição nos signos. Para efetuar essa pontuação:
  • Ascendente, Sol, Lua: 3 pontos.
  • Mercúrio, Vénus, Marte, Júpiter, Saturno: 2 pontos.
  • Urano, Netuno, Plutão: 1 ponto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua visita ao blog; desde já agradeço seus comentários. Ou mande-me um email: lu_ou_lucia@hotmail.com

Related Posts with Thumbnails

Follow by Email

Quero acompanhar este blog

Pesquisar este blog

Carregando...